Dieta do mundo Vegano – Você sabe como funciona?

By   maio 23, 2016

Dieta do Vegano – tudo o que você precisa saber sobre essa dieta que vem crescendo muito e ganhando adeptos ao redor do mundo. Entenda quais são suas peculiaridades, como ele funciona e como pode lhe ajudar a emagrecer e ter uma vida saudável ao mesmo tempo! Confira!!

Dieta do Vegano – Origem

A alimentação do vegano surgiu a cerca de 5 milhões de anos através do antepassado mais antigo do homem, o australopthecus, que se alimentava de folhas, frutos e sementes.

Um pouco mais recente, a 3200 anos antes de cristo, esse tipo de alimentação era encontrado entre grupos de religiosos do Egito, que praticavam o veganismo baseados na crença da reencarnação.

Fonte: vegetarianismoveganismo.wordpress.com

A abstinência de carne sempre foi essencial em filosofias religiosas antigas como o hinduísmo, bramanismo, zoroastrismo e jainismo. Além dessas, o budismo também praticava o veganismo, baseado na compaixão a todas as criaturas vivas.

Dieta do vegano

Já no século XX, mais especificamente em 1997 três por cento da população dos Estados Unidos se declarava vegano, não tendo consumido nenhum produto de origem animal nos últimos dois anos. Em 2007 foi a vez do reino unido declarar que dois por cento de sua população era também adepta da alimentação vegana.

O número de restaurantes veganos vem crescendo ao redor do mundo, de acordo com o Oxford Companion to American Food and Drink.

A Associação Dietética americana (The American Dietetic Association) e os Nutricionistas do Canadá (Dietitians of Canada) consideram a dieta do vegano apropriada para todos os estágios do ciclo de vida, embora eles ainda alertem que uma dieta vegana mal planejada e sem acompanhamento profissional, pode ser deficiente em vitamina B12, ferro, vitamina D, cálcio, iodo, e ácidos graxos ômega 3.

Como funciona o Veganismo

Veganismo é um movimento que respeita os direitos dos animais, os veganos são contra a exploração animal e por isso acabam por boicotar atividades e alimentos que tenham origem animal.

O objetivo da alimentação do vegano é não consumir produtos que tenham em sua composição alimentos de origem animal, tais como: carne, ovos, leite e seus derivados, peixes, mel, entre outros.

Entretanto a alimentação vegana está muito longe de se resumir a uma alimentação que se limita a saladas ou a algo sem graça, sem cor ou sem gosto como a maioria que não conhece essa alimentação imagina.

Existe uma enorme variedade de alimentos vegetais e suas variações estão disponíveis de acordo com o limite de sua imaginação.

O que pratica um vegano

Um vegano vive uma vida normal como todas as outras pessoas, a diferença é que ele pensa primeiro nos animais antes de fazer suas escolhas, e faz isso única e exclusivamente por respeito a eles.

Não veste roupas ou sapatos feitos de materiais de origem animal, tais como: couro, lá ou seda.

Não come nenhum tipo de alimento de origem animal, nenhuma carne nem seus derivados como queijos, embutidos, ovos, mel, manteiga e assim por diante.

Não participa ou apoia de diversões que utilizem animais como rodeios, rinhas e circos que contenham animais.

Não trabalha com exploração animal, vivo ou morto, como venda de animais em pet shop, loja de peixes e aquários ou ainda com produtos de origem animal como restaurantes que sirvam qualquer tipo de carne.

Pirâmide Alimentar do vegano

De acordo com os praticantes do veganismo, os alimentos podem ser divididos em três classes distintas:

Vegano dieta

Energéticos: Fornecem energia para todos os processos metabólicos do organismo, alguns exemplos desse tipo de alimentos são: cereais, raízes, arroz, amido, milho, batata e mandioca, devem ser consumidas de 6 a 11 porções diárias.

Construtores plásticos ou estruturais: São responsáveis pelo desenvolvimento e formação dos tecidos, além de fortalecer o sistema imunológico, alguns exemplos desses alimentos: soja, ervilha, lentilhas, feijões e cogumelos, devem ser consumidos na ordem de 2 a 3 porções diariamente.

Reguladores: Regulam as funções orgânicas, auxiliando na prevenção de doenças e também ajudando na digestão dos alimentos, são alguns exemplos desses alimentos: água, sais minerais, fibras, verduras, legumes e frutas, devem ser consumidos de 3 a 5 porções diárias de legumes e 2 a 4 porções de frutas.

Assim, observamos que a alimentação vegetariana estrita ou vegana é completa. Obviamente, simplesmente evitar produtos de origem animal não garante saúde; como todas as pessoas, os veganos devem buscar uma dieta equilibrada com proteínas, vitaminas e cálcio, priorizando os grãos integrais, alimentos orgânicos e a comida mais próxima possível do natural.

Ao tomar consciência do que comer e experimentando novos alimentos e receitas, muita gente descobre uma dieta mais diversificada após tornar-se vegano percebendo que existem uma grande variação de pratos.

Como funciona a Dieta

Como já dissemos anteriormente, a dieta do vegano não faz uso de nenhum alimento de origem animal, seja ele carnes, vermelha ou branca, ou mesmo seus derivados, como leites, ovos ou qualquer alimento que derive de animais.

Essa dieta engloba toda variedade de vegetais, como frutas, verduras, legumes e grãos, raízes, hortaliças, leites e queijos vegetais, etc…

Existem diversos alimentos de origem vegetal que podem substituir os de origem animal facilmente.

A carne de soja por exemplo, é uma ótima opção para que está acostumado a comer carne e deseja aderir a essa nova forma de se alimentar. Leite de soja, margarina vegetal, queijo vegetal, enfim, são diversas as opções.

O segredo para essa dieta é compor uma alimentação saudável com a diversidade de alimentos que existem de origem vegetal, assim como em qualquer outra dieta, é importante variar nas opções para que a necessidade de nutrientes de seu corpo seja atendida por completo.

Assim como qualquer outra dieta, a vegana deve ser balanceada, e também pode conter alimentos gordurosos e que engordam.

Legumes fritos ou empanados, por exemplo, podem ser um monstro para quem tem o objetivo de emagrecer com essa dieta. O maior vilão da dieta vegana não são seus alimentos, mas a forma de preparo dos mesmos.

Quem é que não gosta de uma batata frita?? Ou de uma banana caramelizada com canela?? São alimentos veganos, porém a forma de preparo pode torna-los extremamente calóricos e inadequados para o emagrecimento.

Portanto muito cuidado, não é porque se come alimentos de origem vegetal que estes ajudam a emagrecer.

Outro segredo fundamental para quem deseja aderir a alimentação vegana é não ser radical, não mudar de cardápio bruscamente.

Procure inserir alimentos veganos gradativamente em sua dieta, vá substituindo os alimentos de origem animal pelos de origem vegetal devagar. Aos poucos você se adéqua de vez aos alimentos de origem vegetal e quando se der conta já estará com uma dieta vegana em pleno funcionamento sem grandes sofrimentos.

Aqui abaixo trouxemos algumas opções de refeições veganas para que você possa iniciar sua dieta e adaptar seu organismo.

receita vegana

Sugestões de cardápio vegano:

  • Café da manhã:
    • Opção 1: 1 copo (300 ml) de suco maçã com laranja, 1 fatia de pão integral com grãos, 1 colher de creme vegetal, 1 chá de erva-doce
    • Opção 2: 1 copo (300 ml) de suco de melão com amora, 1 fatia de pão integral, 1 colher de sobremesa de pasta de caju
    • Opção 3: 1 copo de suco verde feito com 3 folhas de couve, 1 maçã, 1 fatia pequena de gengibre e 200 ml de água de coco, 1 fatia de pão integral com 1 colher de sobremesa de pasta de caju
    • Opção 4: 1 copo de iogurte vegetal com morango, 1 fatia de pão de soja, 1 colher de creme vegetal, 1 xícara de chá de hortelã
    • Opção 5: 300 ml de leite de soja com café,  1 maçã, 1 fatia de pão integral, 1 colher de sopa de geleia diet de morango.
  • Lanche da manhã:
    • Opção 1: 1 xícara de chá de erva doce, 4 damascos
    • Opção 2: 1 goiaba
    • Opção 3: 1 cacho pequeno de uva
    • Opção 4: 1 kiwi
    • Opção 5: 4 damascos, 3 castanhas-do-pará
  • Almoço:
    •  Opção 1: 1 prato de sobremesa de salada de folhas de rúcula com 1 laranja e 2 nozes – 4 colheres de sopa de arroz com tomate e vagem – 1 hambúrguer de lentilha
    • Opção 2: 1 porção de salada de alface com tomate cereja e pepino +1 porção de abóbora com salsinha + 3 colheres de sopa de arroz integral + 1 panqueca de espinafre
    • Opção 3: 1 porção de salada de alface com pepino e cenoura ralada, 1 porção de abóbora refogada, 3 col. (sopa) de arroz integral, 1 porção de abobrinha cozida.
    • Opção 4: 1 prato de sobremesa de salada de escarola, cenoura e tomate, 2 colheres de sopa de trigo em grão, 1 hambúrguer de lentilha, 3 colheres de sopa de creme de espinafre
    • Opção 5: 1 prato de sobremesa de salada de rabanete, repolho roxo, rúcula e tomate, 4 colheres de sopa de arroz integral, 1 concha média de feijão-preto e 3 colheres de sopa de maxixe cozido
  •  Jantar:
    • Opção 1: 1 prato de sobremesa de salada de agrião, cebola roxa, tomate e pepino, 1 pedaço de polenta coberto com molho à bolonhesa feito com carne de soja moída e 4 ramos de brócolis cozidos
    • Opção 2: 1 prato de sobremesa de salada de alface com rúcula, cenoura e broto de moyashi, 2 conchas de sopa de feijão com legumes e macarrão integral­
    • Opção 3: 1 prato de sobremesa de salada de escarola, cenoura e tomate, 2 colheres de sopa de trigo em grãos, 1 hambúrguer de lentilha e 3 colheres de sopa de creme de espinafre
    • Opção 4: 1 porção de sopa de legumes e 1 fati de pão integral
    • Opção 5: Jantar: 1 prato de sobremesa de salada de alface, tomate e beterraba, 1 porção de macarrão ao sugo com carne moída de soja e 4 almôndegas de carne de soja.

Para você que não sabe como criar receitas veganas saborosas, conheça o AUDIO-BOOOK com 80 receitas vegetarianas incríveis!!

Motivos para ser vegano

Além das questões éticas, existem alguns outros motivos que levam as pessoas a adotarem uma dieta vegana para emagrecer, mas que continua girando em torno do direito dos animais a terem uma vida livre.

Inclui-se na lista a preservação do meio ambiente (a pecuária é uma das principais devastadoras do meio ambiente), da água por exemplo, gasta-se menos água para produzir grãos do que para criar animais para o abate. O combate à fome mundial, alimentar-se dos grãos e água destinados à pecuária. A luta por um futuro melhor para as próximas gerações e o interesse por uma vida mais saudável.

De fato, a carne possui muitos produtos químicos que são extremamente prejudiciais à saúde, como hormônios, antibióticos, anabolizantes, além da alimentação transgênica que os animais são submetidos, apenas para gerarem mais lucro aos pecuaristas.

Todos esses aditivos usados na produção de animais confinados acabam voltando para o consumidor de carne e seus derivados como o leite e os ovos, podendo gerar desvios no comportamento do desenvolvimento humano como puberdade precoce, câncer, doenças do coração, obesidade, diabetes e hipertensão.

Prejuízos da dieta do Vegano

Podemos dividir os prejuízos de ser um vegano em dois principais pilares, o social e o nutricional, vamos entender:

Socialmente ainda é um pouco complicado se adaptar a rotina de amigos e familiares a menos que estes também sejam adeptos a esse tipo de alimentação.

Dificilmente você encontrará em um churrasco com o amigos, opções vegetarianas por exemplo, ou ainda naquelas reuniões para um break fast ou num jantar na casa de amigos por exemplo.

Portanto, deve se tomar cuidado ao tentar se adaptar a essa nova dieta, seja flexível, indique a seus amigos quais são suas opções, evitando assim situações embaraçosas e constrangedoras entre vocês.

Outro fator que deve ser observado com cautela é a carga nutricional dos alimentos, existem alguns nutrientes que são encontrados em abundancia na proteína animal que precisam ser buscados com mais cuidado nos vegetais.

A vitamina B12 é um bom exemplo disso, encontrada facilmente nas carnes, não é um item facilmente encontrado nos vegetais, assim como este existem ainda outros exemplos, portanto é muito importante estar de olho na sua alimentação e frequentemente procurar a assessoria de profissionais da área da nutrição e saúde que possam lhe auxiliar na formação de uma dieta saudável.

receitas veganas

Gostou desse conteúdo? Curta nossa Fanpage e receba conteúdos em primeira mão!

Participe do nosso grupo no facebook clique Aqui

­

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *